Aproximadamente, 60% da jornada do consumidor até a compra é feita no ambiente digital. Esse fato muda completamente as estratégias de marketing das empresas, mesmo aquelas que se dedicam ao ramo Business to Business (B2B), ou seja, de vendas para pessoas jurídicas e não físicas.

Foi para explicar essa mudança que Bernardo Brandão, diretor de Marketing para a América Latina da Oracle, e ex-diretor do LinkedIn no Brasil, participou da reunião da comissão de Transformação Digital da Câmara de Comércio França-Brasil de São Paulo (CCFB-SP).

Brandão tratou sobre os cinco princípios do marketing moderno. O primeiro é a segmentação. Por meio de uma estratificação mais detalhada, o simples registro de dados demográficos dos consumidores torna-se um registro de sua “linguagem corporal digital”.

O segundo é o engajamento, que busca a criação de um relacionamento um a um com os clientes. Já o terceiro é a conversão, princípio destinado a entender como transformar prospects em clientes e clientes em advogados da marca.

O quarto é a análise, focada no entendimento do Retorno sobre o Investimento (ROI) das operações de captação de vendas. E, por fim, o quinto princípio é a tecnologia, pela qual se compreende as ferramentas mais adequadas para se realizar a orquestração de campanhas eficazes.