Sem o objetivo de trazer uma fórmula mágica aos participantes, Richard Barczinski apresentou durante a comissão do Luxo, da CCIFB-SP,  um histórico precioso de transformação do segmento e, principalmente, dos consumidores nos últimos anos. As quatro décadas de atuação na área de marcas de luxo contemplam a trajetória de sucesso de Barczinski que entrou na H.Stern como trainee e chegou a presidência.

“Uma das lições mais importantes que aprendi na minha formação como profissional é o cuidado com as pessoas”, afirmou Barczinski. “Muitas vezes, as marcas se esquecem de aprofundar o olhar e o cuidado com o consumidor”, sinalizou. De acordo com o especialista, a grande mudança que se vê hoje no setor é a mudança do próprio conceito de luxo. “Antigamente, luxo era poder, era algo para poucos. Hoje, luxo é escolha e compartilhamento, não há mais espaço para o estereótipos”, ressaltou.

Para Barczinski, as marcas precisam ficar atentas a quatro mudanças de grande impacto para a área. São elas: a necessidade de troca de experiência com o consumidor, a existência de tribos distintas interagindo, a valorização da diversidade e a nova noção do que é luxo. “Hoje, as pessoas estão em busca de uma verdade própria, de um propósito e se identificam com marcas que têm valores e autenticidade”, exemplificou.

Outro ponto de destaque enfatizado pelo especialista é que o marketing tradicional não funciona mais. “Nunca antes na história as marcas tiveram tanto acesso à informações de seus clientes, com os big datas. O desafio é escolher a melhor abordagem para engajar e tentar atender e acompanhar as mudanças culturais e sociais”, concluiu Barczinski.